radio zumbi web

RADIOWEB ZUMBI DOS PALMARES

quarta-feira, 20 de abril de 2016

pronuncia DALMO IMPEACHMENT

 



Ativista do Movimento Negro paraibano analisa tentativa de golpe parlamentar contra presidenta do Brasil.

sábado, 16 de abril de 2016

ALO COMUNIDADE 307 NAO VAI TER GOLPE

 



Nesta edição os radialistas comunitários da Rádio Zumbi dos Palmares, Dalmo Oliveira, Fábio Mozart, Beto Palhano e Ivaldo Gomes, promovem uma discussão democrática sobre o processo de impedimento enfrentado pela presidenta Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados.

sábado, 9 de abril de 2016

Alo Comunidade306Eudo Jansen

 



Nesta edição Fabio Mozart conversou com Eudo Jansen especialista em comunicação em mídias digitais e mestrando em Extensão Rural e Desenvolvimento Local pela Universidade Federal Rural de Pernambuco.

domingo, 3 de abril de 2016

ALO COMUNIDADE 305 MARGARETH DINIZ BERNARDINA FREIRE

 



Nesta edição entrevistamos as candidatas à Reitoria da UFPB, as professoras Margareth Diniz e Bernardina Freire, na última rodada de entrevistas exclusivas com os/as reitoráveis. Produção e apresentação de Dalmo Oliveira. Locução e apoio de estúdio de Beto Palhano. Sonoplastia de Maurício Mesquita.

sexta-feira, 1 de abril de 2016

#contragolpe SEU PEREIRA (Artistas se engajam na defesa da democracia)



 O líder da banda Seu Pereira e Coletivo 401, Jonathas Falcão, se somou, na semana passada, ao time de artistas, músicos e compositores que, incomodados com a tentativa de golpe que ameaça a presidenta Dilma Rousseff, resolveu usar seu talento na defesa da democracia. Ontem, 31, num grande ato público ocorrido no Ponto de Cem Réis, em pleno Centro Histórico da capital paraibana, ele encerrou as apresentações em formato de pocket-show, que reuniu cerca de dez mil pessoas. Falcão dividiu o palco com Cátia de França, Escurinho, Cida Alves, Gláucia Lima, Totonho, Milton Dornellas, Mestre Fuba, Cristiano Oliveira, Tribo Ethnos, Pau de Dar em Doido, entre outros. “Livre”, gravada em vídeo por Falcão viralisou pela internet essa semana. Num trecho da música ele diz “(...) Mas acho que hoje em dia, o que vem do alto não atinge o povo que se ergue do chão, não (...) Se abraçam nas verdades de telejornal, justiça que julga só um: balança desigual. Massa de manobra é o povo ingênuo, mas eu tenho fé na evolução (...)”. Um outro momento grandioso do showmício foi a participação de Cátia de França, que intercalou clássicos de sua obra com discursos contundentes. Depois da apresentação ela falou com exclusividade ao nosso blog: “(...) Então a gente tem que estar acordado, atento, sem preguiça. Porque, devido a indolência, chegamos a esse nível que tá agora. Não ao golpe!”, afirmou.

por Dalmo Oliveira