radio zumbi web

RADIOWEB ZUMBI DOS PALMARES

quinta-feira, 25 de março de 2010

Liberalino é reeleito com 98,2% de aprovação da categoria

por Neudja Farias Henriques

Assessora de Comunicação da Fetag-PB
(83) 3241 1192/8866 2402

foto: fetagpb.org.br








Com 98,2% dos votos válidos, o atual presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB), Liberalino Ferreira de Lucena foi reconduzido ao cargo, em eleições realizadas na última quarta-feira (24). A chapa única representada por Liberalino recebeu 466 votos dos 473 delegados e delegadas que participaram do pleito. No resultado final ainda fora computados 2 votos nulos e 5 em branco. O número de delegados e delegadas aptos a votarem era de 553. A solenidade de posse da nova diretoria e conselho fiscal eleitos para o quadriênio 2010-1014 está marcada para o dia 7 de maio, às 10h, na sede da Fetag em João Pessoa.

Também fazem parte da nova diretoria executiva eleita: João Bosco de Oliveira, como 1º vice-presidente; Antônio Venâncio de Negreiros (2º vice-presidente); Antonio de Freitas Araújo (secretário geral); Francisca Marques Coelho (1ª secretária); Maria de Lourdes dos Santos de Araújo (2ª secretária); José Antônio Pereira (tesoureiro geral); Gerlândia Vieira de Morais (1ª tesoureira); e Maria José Enéas da Silva (2ª tesoureira).

Breve currículo - Em 2010, Liberalino Ferreira de Lucena está completando 23 anos como presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB), cargo que honra, com o respeito e o respaldo da categoria a qual representa. Profundo conhecedor das questões relacionadas à agricultura paraibana, e sobretudo das dificuldades enfrentadas pelos homens e mulheres do campo, Liberalino nasceu em Patos. Filho do casal de agricultores Angelino José e Santina Ferreira de Lucena, iniciou no movimento sindical em 1971, liderando 53 famílias que viviam da produção de hortifrutigranjeiros no açude Público do município de Jatobá. Sócio fundador do Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Patos, se destacou como um líder na região, acumulando também a função de delegado Fetag, para coordenar o movimento sindical no sertão. Em 1987, fazendo oposição a Álvaro Diniz, que há 15 anos comandava a entidade, foi eleito, se tornando o primeiro sertanejo a assumir a presidência da Fetag. É casado com Maria José da Costa Lucena com quem teve cinco filhos: Jordânia da Costa Lucena (in memorian), Jordivan da Costa Lucena, Jordelma da Costa Lucena, Geane da Costa Lucena e Joelma da Costa Lucena